Le Louvre

26 de março de 2010 at 10:51 PM (Paris)

Fui ao Louvre na sexta-feira, dia 26 de marco. O que posso dizer? Valeu cada centavo dos 9,50 Euros da entrada. O museu valeu mais pela arquitetura e detalhes em paredes e tetos do que pelas obras de arte. Claro, que existem coisas que nao tem preco. Ver a monalisa de perto e a Venus de Milu….

Mas vamos a descricao. Entrei pela piramide principal (a maior). Parece que e a unica entrada quando nao se esta de grupo e nao comprou ingressos pela internet. Chegando la vc pega um mapinha do museu com algumas informacoes muito uteis, como onde estao as escadas e os acessos aos outros andares, banheiros, cafes, e e claro, a distribuicao das obras. No comeco fiquei um pouco perdida, mas depois me achei. Passei quase 5 horas no museu.

Comecei minha jornada pelo ‘Rechilieu’ . Na verdade, estava interessada nas pinturas contemporanes, mas como sou muito perdida, acabei no andar das esculturas gregas onde estava a tao famosa ‘Venus’. O primeiro salao que entrei me deixou em estado de extase. Esculturas gregas gigantescas, perfeitas, criando uma atmosfera que nao sei descrever.  No salao seguinte, as paredes de marmore, com as tais esculturas imponentes, me deixaram pequenina em meio a tanta coisa que nos remete ao passado. Um luxo!

Fui percorrendo as salas a procura de um acesso ao 1o. piso onde eu poderia encontrar a ‘Monalisa’. Andei absurdamente ate encontrar o andar das pinturas italianas desde o seculo 14 ate o seculo 18. E la estava a sala da ‘Jaconde’ como e chamada a ‘Monalisa’ aqui. Como todos dizem, ela e muito feia!! kkkkk. Mas, acho que foi a pintura mais protegida de todo o museu.

Nesse passeio em busca da ‘Monalisa’, encontrei pelo caminho pinturas incriveis e paineis gigantescos e super perfeitos. Nao da pra imaginar como os pintores conseguem pintar telas tao grandes com tanta perfeicao. Chega a ser assustador o tamanho de algumas pinturas. Mas a maioria delas retratando morte, ou Jesus Cristo, padres, Napoleao… Ha tambem bastante retratos. Havia me esquecido como as pessoas antigamente gostavam de ter pinturas suas (nao havia foto ne!!). Havia tambem no museu uma exposicao temporaria de Debreuil, pela qual passei no caminho…. rssss.

Tambem no caminho que eu fiz para encontrar a Monalisa (andei muuuito), passei por algumas esculturas egipcias (aquelas dos faraos), mas nao quis entrar mas salas especificas para ver mumias e afins.

Embalada pelas pinturas italianas resolvi subir ate o segundo piso para ver as pinturas francesas. Algumas realmente espetaculares. Mas no fim, apos tanto andar e olhar obras de arte, voce comeca a nao ter mais paciencia pra olhar os detalhes. Percebi que era hora de me despedir do Louvre.

Anúncios

2 Comentários

  1. Luana said,

    Dá pra entrar pela pirâmide invertida, no subsolo do Louvre, aqueeeela que aparece no Código da Vinci. O acesso é pela estação de metrô.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: